top of page

SUPERE O MEDO DA REJEIÇÃO

Atualizado: 26 de jun. de 2023

Aceitar o NÃO faz parte da trajetória de todo Artista que deseja encontrar seu lugar no Mundo.




Eu, como Artista, prefiro muito mais pintar a escrever, claro! Mas os comentários que recebi em outro post me motivaram a dividir este outro lado da trajetória - nada prazeroso e que assombra qualquer um!


Receber um NÃO não é algo fácil para ninguém mas, tenho, para mim, que, para nós, acaba tendo um peso ainda maior, por termos uma sensibilidade mais aflorada. Afinal, a nossa Arte é uma extensão de nós mesmos: colocamos toda nossa Alma e coração ali, por isso é quase impossível eliminar o caráter pessoal da rejeição.


Tanto mais, quando é no começo! Porque estamos nos encontrando na Arte, ainda tímidos e inseguros quanto ao que temos para oferecer ao Mundo.


Comigo não foi diferente. Não sei se você sabe, mas nunca me formei em Arte ou fiz curso neste sentido. Todos os meus trabalhos sao intuitivos, experimentais e, portanto, únicos - hoje uma assinatura MILE PULI - mas, no início, era uma baita insegurança!


Não sabia valorizar este traço, tampouco como precificar meu trabalho no mercado. Lembro de relutar em me ver como uma Artista profissional por não ter tido formação na área e, depois, por não conseguir vender as minhas Obras no tempo e volume que gostaria. Sem falar na quantidade de followers e visualizações nas redes sociais! Eu pensava: O que tem de errado comigo?


Olhando para trás, percebo que, basicamente, buscava aprovação externa, como uma espécie de validação de que, sim, estava no caminho certo e que poderia seguir adiante, confiante já que os "parâmetros" de um Artista bem sucedido pareciam inatingíveis.


Aquela minha constante insegurança e dúvida só faziam dissipar toda minha energia em direções absolutamente antagônicas.


Questionava minhas Obras, conquistas e merecimento quase que diariamente, sem saber que era uma total perda de tempo e energia!


Como superei esta fase?


Precisava tomar uma decisão porque estava exausta de servir dois "mestres" ao mesmo tempo, literalmente. Era absolutamente improdutivo!


Inconscientemente estava evitando a rejeição! Sem saber que, com isso, também estaria rejeitando o sucesso.


Fui trabalhando e acolhendo a rejeição pouco a pouco, vendo que ela só tinha efeito sobre mim quando acreditava que seria capaz de me impedir de seguir o caminho escolhido.


Veja, o mundo externo é apenas um reflexo e projeção do nosso mundo interior. Você não pode buscar fora o que só pode vir de dentro: aceitação e aprovação. Tudo o que você precisa fazer é acreditar em você para seguir firme na sua caminhada porque tudo é criado a partir de você!


Por isso, mudar falsos paradigmas e crenças limitantes que te impedem de acreditar em si mesmo, no seu talento e na possibilidade de viver da sua Arte é imprescindível.


Tome uma DECISÃO neste sentido e se apresente como tal, todos os dias da sua vida. Faça Sol, faça chuva; crie, recrie. Persista. Insista. Não desista, jamais!


Acredite: se você faz Arte, VOCÊ É UM ARTISTA! E se você quiser viver da Arte, você PODE!


Aprenda a criar com a sua própria energia. Reprograme sua mente para silenciar aquele crítico interior que te faz duvidar do seu dom, da sua escolha e da sua capacidade de realizar e viver o seu sonho.


Mudar o mindset é imperativo para conseguir focar e canalizar toda sua energia creativa para o que realmente importa: criar!


Saiba que se você tem um desejo, ele está ali por um motivo. É um chamado da sua Alma e você tem tudo que é preciso para torná-lo realidade. Ninguém é como você e isto é mágico!

Sim, você vai precisar ter calma e paciência para conquistar seu lugar ao Sol. Para uns, o caminho poderá ser mais curto, talvez meteórico e em linha reta; para outros, mais sinuoso. Não importa!


Acreditar na sua Arte é se comprometer 100% com ela. Isto inclui abraçar o processo por completo: acolher os altos e baixos, seus percalços e sucessos porque ambos fazem parte da caminhada de qualquer Artista empreendedor!


E sem qualquer demagogia: eu aprendi e continuo aprendendo muito com os meus erros e fracassos. Você também pode! Use todos eles como uma alavanca para uma nova e melhor versão do seu trabalho e de si mesmo.


Agora, se você quiser construir algo duradouro, terá que ser autêntico, encontrar sua própria voz. Mostrar um estilo único, reflexo do seu EU verdadeiro, da sua ALMA, do seu momento vivido ou da sua ideologia de vida.


Nunca se compare com outros.

Aprenda com eles! JAMAIS perca sua identidade. Ela será sempre seu guia.


Entenda que você vai continuar recebendo NÃOs porque é impossivel agradar a todos. Nem tente!


Tem gente que prefere MONET a VAN GOGH, outros BASQUIAT a BANKSY, uns só conhecem PICASSO! Muitos sequer ouviram falar de Di Cavalcanti ou Portinari. Talvez de Tarsila do Amaral. E de tantos outros? Portanto, não busque unanimidade.


Aprenda a acolher o NÃO se você quiser um SIM! São apenas duas facetas da mesma moeda.


Não se preocupe com aqueles que te dirão NÃO, porque o SIM virá de quem realmente importa: seu público, sua família d'Alma.


Eles vão te (re)conhecer porque a sua Arte falará com eles no nível mais sutil e energético.


Saiba que a sua Arte é um serviço que você presta à humanidade. Ela colore a vida, muda a percepção do mundo, do ambiente, e tem poder de tocar todos a sua volta.


Ocupe-se, pois, da mensagem que a sua Arte carregará. A minha: alegria, calma, paixão, ousadia, liberdade!



Se você é o primeiro Artista da sua familia, do seu bairro e da sua comunidade, parabéns! Você veio para ser exemplo vivo para muitos a sua volta.


Como eu, um líder nato, um desbravador que decidiu seguir um caminho inusitado, silenciando todas as vozes, internas e externas, que diziam o contrário (e que são muitas, não é?!).


Por último, saiba que somos todos muito privilegiados de viver numa Era onde há a internet como uma ferramenta de conexão.


Um verdadeiro game changer porque ela é capaz de nos conectar aos quatro cantos do Mundo num único click!


Pensa que YouTube, Facebook, Twitter, Instagram, Tik Tok e tantos outros estão aí para nos conectar com eventuais 08 bilhões de habitantes. Que tal?


Então, reveja seus conceitos e percepções quanto ao seu próprio merecimento, ideia de prosperidade, sucesso e riqueza. Literalmente, não há fronteiras para você e sua Arte.


Trace um plano com estratégias comerciais para seu negócio. Sim!, a sua Arte é um business como qualquer outro. Coloque metas a serem alcançadas a curto, médio e longo prazo.


Bateu insegurança? Continue. Persista. Insista. Não desista.


Pense grande! Porque pensar pequeno dá o mesmo trabalho...


Ouse sonhar e, sobretudo, faça acontecer, dia após dia.


Apresente-se ao mundo de Corpo e Alma que o Mundo te receberá de braços abertos. Pode acreditar! Por que seria diferente?


WHAT YOU SEEK IS SEEKING YOU


Com carinho,


Mile Puli


 

Gostou? Compartilhe!

Você se identificou com o texto?

Conte para gente como foi para você superar a rejeição, o NÃO na sua jornada artística.

Deixe seus comentários!

Até o próximo post.





bottom of page