05 Sinais inquestionáveis de que você é um Artista Nato!

Sabia que, como eu, você pode se descobrir Artista, da noite para o dia? Se você nasceu com um DNA de Artista, mesmo que não se veja como tal, a verdade é que carrega, dentro de si, um potencial criativo enorme e inesgotável, mesmo que adormecido! Pablo Picasso já dizia que toda criança nasce artista, o problema é como permanecer artista depois de adulto. Será? Para mim, isso caiu como uma luva! Por isso, quero compartilhar com vocês os sinais que me ajudaram a me reconhecer como Artista; os quais, acredito, serem também comuns a todos os demais. São eles:

1. Foco na caminhada e não no resultado

Ao contrário do que a sociedade dita, o verdadeiro Artista sabe que sua recompensa está na jornada e nunca no resultado, por isso a valoriza, do começo ao fim. Não há pressa. Para criar, o Artista precisa estar conectado com o aqui, agora; pois o processo criativo só acontece no momento presente. E para isso, há um desdobramento natural. Toda criação é uma aventura rumo ao desconhecido, sem destino certo. Aliás, uma das dificuldades de todo artista está, justamente, na finalização da obra porque tal coisa não há. Uma pintura, uma música ou escultura conquanto finalizada, na verdade, poderia ser mais um passo na sua criação. Fato! E isso, eu falo por mim mesma. Todo Quadro Mile Puli finalizado poderia ser outra etapa de um processo de criação interminável, sendo desafiante a escolha de quando e onde parar... Trata-se de um looping contínuo de novas idéias e criações, onde não há um verdadeiro ponto final. E isso, para mim, é o mais fascinante dentro do processo criativo de um Artista.


2.Você aprecia (e muito) a criação dos outros, mas hesita em compartilhar as suas

O Artista nato, que não se vê como tal, com talentos e dons adormecidos se sente extremamente inseguro quanto à sua criatividade e criações, mesmo tendo colocado tudo de si em seus trabalhos. Quizá, seja este o motivo pelo qual todo artista lida mal com as críticas alheias, pois qualquer crítica à sua criação é uma crítica a si mesmo. Ao abrir seu coração e mostrá-lo, ao mundo, através das suas obras, ele se sente muito vulnerável, o que o torna, na maioria das vezes, seu pior crítico ou sabotador.


3. Alta sensibilidade

Todo Artista é uma alma bastante sensível às energias ao seu redor, sendo sentidas num nível muito mais profundo do que o percebido pela maioria das pessoas. Sem dúvida, é alguém que capta as emoções do ambiente e de outras pessoas naturalmente. E, quando sozinho, facilmente se conecta com seus próprios sentimentos e emoções, fazendo deles o combustível para sua Arte. Tanta sensibilidade canalizada é o que o faz tocar os corações daqueles que se identificam com suas criações.


4. Arte, um fim em si mesmo

Acho que todo Artista concordaria comigo que, não importa o que aconteça ou o quanto ele tente abandonar ou se desviar da caminhada, ele sempre (sempre!) volta para a Arte porque ela é como ar que ele respira. Sem ela, não há vida. Para um Artista genuíno, bem sucedido ou não, conhecido ou anônimo, o prazer está no ato de criação. É o que alimenta a sua Alma, a mantém viva! Na Arte, ele se sente em casa!


5. O importante mesmo é se expressar

O artista parece andar na contramão! Sem qualquer demagogia, dinheiro, poder, bens materiais são secundários; porquanto o que o move é sua necessidade real de expressão pessoal. Não que ele não se permita apreciar ou vivenciar o lado bom (e material) da vida, mas isso é mera decorrência. Duvida? Então pergunte a qualquer artista nato se ele prefere ser pobre, fazendo o que ama; ou rico, vivendo longe da sua arte? A resposta será unânime! Ele aprecia a doce liberdade de fazer o que gosta e precisa da Arte como o ar que ele respira... E quando ele chega a este nível de autoconhecimento, ele sabe que seu propósito está em compartilhar, simplesmente, quem ele é e o faz por meio da sua criatividade, pois o verdadeiro artista não saberia se conectar, com tudo e todos, senão através da voz da sua Alma. Ao final, é o que todos somos, não é? Disso, ele tem certeza absoluta!


Gostou? Você se identificou com algum destes 05 sinais?

Você também se descobriu um Artista Nato?

Deixe seus comentários!


Beijos,


Mile Puli